Movida tem queda de 93,6% no lucro líquido no 4º trimestre

Estadão 07 de Maro, 2023

O lucro líquido da Movida caiu 93,6% no quarto trimestre de 2022 em relação ao mesmo intervalo de 2021, para R$ 17,8 milhões. No release de resultados, a empresa aponta que o aumento da taxa básica de juros gerou uma maior despesa financeira, levando a cifra a recuar 32,1% no acumulado do ano passado, para R$ 556 milhões.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) consolidado alcançou R$ 858,2 milhões de outubro a dezembro, alta de 10,5% sobre igual intervalo de 2022. A margem Ebitda (sobre receita líquida total) foi de 31,7% no período, queda de 12,9 pontos na comparação anual.

Em função dos maiores gastos com depreciação no período, o lucro operacional (Ebit) no quarto trimestre de 2022 foi de R$ 477 milhões, contraindo em 21,3% na relação ano contra ano.

Nos últimos três meses de 2022, a receita líquida cresceu 55,7% em relação ao mesmo período do ano anterior, atingindo R$ 2,7 bilhões. A empresa destaca que, no consolidado do ano, a cifra avançou 80%, para R$ 9,6 bilhões, "em decorrência do aumento da frota e constante evolução do tíquete médio".

No quarto trimestre de 2022, o resultado financeiro foi uma despesa de R$ 501 milhões, aumento anual de 140,7%. No acumulado do ano, a despesa líquida totalizou R$ 1,7 bilhão, aumento de 250,8% ou R$ 1,2 bilhão em comparação com 2021.

A companhia atribuiu essa variação à elevação da Selic, aumento de R$ 4,2 bilhões na dívida líquida em relação a 2021 e efeito positivo de R$ 35,1 milhões do reconhecimento da recompra parcial de bonds em dólares americanos, com vencimento em 2031.



Fonte: Estadão

Compartilhe

Facebook
Instagram
Whatsapp
Telegram