Banco Central da Rússia concorda em legalizar criptomoedas para pagamentos internacionais

Pedro Augusto Flores 09 de Setembro, 2022

O Banco Central da Rússia admitiu que os pagamentos transfronteiriços em criptomoedas são inevitáveis ​​nas atuais condições geopolíticas.

O banco central russo está repensando a abordagem para regular a criptomoeda e concordou com o Ministério das Finanças para legalizar a criptomoeda para pagamentos internacionais, informou a agência de notícias local TASS na segunda-feira.

O vice-ministro das Finanças, Alexei Moiseev, teria dito que o Banco da Rússia e o Ministério das Finanças esperam legitimar os pagamentos transfronteiriços em criptomoedas em breve.

Moiseev destacou a importância de habilitar serviços de criptomoedas locais na Rússia, observando que muitos russos dependem de plataformas estrangeiras para abrir uma carteira de criptomoedas. “É necessário fazer isso na Rússia, envolvendo entidades supervisionadas pelo banco central, que são obrigadas a cumprir os requisitos Anti-Lavagem de Dinheiro e Conheça Seu Cliente”, afirmou o responsável.

Os legisladores russos se opuseram historicamente à ideia de usar criptomoedas como método de pagamento. Em 2020, a Rússia adotou uma importante lei de criptomoedas, “Sobre ativos financeiros digitais”, que proibia oficialmente o uso de criptomoedas como Bitcoin (BTC) para fins de pagamento. O Banco da Rússia tem sido cético em relação à ideia de pagamentos em criptomoeda porque queria proteger o rublo russo como a única moeda legal no país.

A ideia de pagamentos de criptomoedas para transações nacionais na Rússia surgiu no final de 2021. Então, o presidente russo, Vladimir Putin, disse que “ainda era prematuro” usar criptomoedas para transações de recursos energéticos como petróleo e gás.

A situação aparentemente mudou em meio a sanções econômicas ocidentais após a invasão da Ucrânia pela Rússia. Em maio, o Ministro da Indústria e Comércio declarou que a Rússia legalizaria os pagamentos com criptomoedas “mais cedo ou mais tarde”. A governadora do Banco Central da Rússia, Elvira Nabiullina, também sugeriu mais tarde que a criptomoeda pode ser usada para pagamentos internacionais, mas somente se a criptomoeda não entrar no sistema financeiro doméstico da Rússia.

Segundo Moiseev, o banco central reconsiderou sua abordagem para regular o setor, “dado que a situação mudou”. Ele acrescentou que a infraestrutura planejada é “muito rígida” para o uso de criptomoedas em acordos transfronteiriços. “O que certamente devemos legalizar de alguma forma”, concluiu.



Fonte: Cointelegraph

Compartilhe

Facebook
Instagram
Whatsapp
Telegram


Oua "Dado Mercantil".

FECHAMENTO DE MERCADO - 30/09/2022

Jacson Boing 30 de Setembro - 2022

FECHAMENTO DE MERCADO - 29/09/2022

Jacson Boing 29 de Setembro - 2022

Ibovespa opera em queda

Pedro Augusto Flores 29 de Setembro - 2022

Os preços do petróleo

Pedro Augusto Flores 01 de Agosto - 2022